quinta-feira, 20 de junho de 2013

E O GIGANTE ACORDOU?

            

Nunca pensei que viveria para um dia ver isso.
É impressionante, fantástico ver o povo brasileiro indo às ruas protestando, exigindo do governo. Muito bom. Não é só porque não vivemos mais numa ditadura (será que não?) que não precisamos protestar. Sou à favor que o povo mostre a sua cara na rua contra os abusos do governo.
Já poderiamos até desconfiar do que vinha por aí quando nossa presidente foi vaiada no estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha) na Copa das Confederações. O povo lá parecia não estar se deixando levar pela euforia da Copa do Mundo. Cada um de nós pode fazer um top 10 dos reais motivos destes dias memoráveis. O que começou como um protesto em São Paulo pelo aumento da passagem dos coletivos juntou-se a outros temas como os serviços precários de saúde, os altos investimentos na estrutura para a Copa do Mundo de futebol e os escândalos de corrupção, como essa famigerada Pec 37 que quer tirar a autonomia do Ministério Público para investigar e punir os envolvidos em corrupção. Para terem uma idéia, esta medida só funciona em três países (Uganda, Quênia e Indonésia).
Apesar de apoiar a manifestação, vou deixar algumas ponderações. As cenas de violência e vandalismo por parte de várias pessoas não pegou nada bem. Felizmente a maioria dos manifestantes são gente de bem que inclusive exigem de seus pares um movimento pacífico e sem confrontos com as autoridades. O outro ponto é que o movimento é visivelmente apartidário, mas, ao que parece, a esquerda está sendo atacada pela esquerda, por parte de certas cenas que presenciei. Tal fato não me impressiona em nada. É historicamente comprovado. Espero estar errado quando penso no país caminhando para o totalitarismo. Mas quero deixar uma coisa clara, não sou de direita e muito menos de esquerda. 
Mas é verdade que o povo brasileiro cansou de ouvir há uma década que tudo está indo de bem a melhor. Cansou de engolir essa corrupção e aceitá-la por nos tirar do patamar de um país subdesenvolvido. Cansou de ver os seus hospitais e escolas aos pedaços, enquanto estádios suntuosos são erguidos da noite para o dia.
Muito bem, povo brasileiro, vamos à luta, mas não se esqueçam de honrar o seu grito de revolta nas próximas eleições e não deixar mais o país nas mãos de pessoas corruptas e incompetentes. Que estes questionamentos sirvam para estimular o Brasil a ser o país da educação e não apenas o país do futebol. 
Até logo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário