domingo, 8 de março de 2015

TOP 10 DAS GRANDES HEROÍNAS DOS ANIMÊS

 
Para este dia não poderia deixar de fazer uma postagem especial que há muito eu vinha querendo realizar. Falaremos na forma de um Top 10 das maiores e bem sucedidas guerreiras da história dos animês.
Aqui preciso deixar claro que a listagem que vem a seguir não é sobre as mais belas mulheres dos animês, embora várias delas estejam entre as minhas preferidas com relação à beleza. Esta postagem fala sobre mulheres guerreiras, fortes e que inspiraram gerações.
Mas antes de prosseguirmos com a postagem, vou aproveitar o momento para encerrar as discursões sobre as injustiças histórias que podem ser vistas aqui e aqui.
 
 
Um dos meus maiores interesses atuais é para com a história. Eu sou fascinado por temas envolvendo a Idade Média, por isso quem visitar o meu blog, vai muitas vezes deparar-se com o dito tema. E neste início de ano, esta será a penúltima postagem que fará menção ao assunto. Como perceberão, sou apenas um curioso, interessado pela história não ensinada nos livros escolares.
 
No feminismo moderno há a ideia de que a Idade Média foi uma era de opressão contra as mulheres. Isso é um pouco difícil de conciliar com a devoção medieval à Virgem Maria, a invenção medieval de cortesã, o amor romântico, a prática de cavalaria, e da existência de rainhas e princesas. Em todos os casos, temos homens que assumem compromissos de lealdade, fidelidade, honra e proteção para as mulheres.
Vejam o caso dos Estados Unidos, onde as pessoas, especificamente no movimento feminista, tem tentado ao longo dos últimos anos que uma mulher finalmente fosse eleita para a presidência do país, para mostrar o poder e igualdade das mulheres, mas ainda não foi possível obter tal êxito. Se na idade medieval você não poderia ter mulheres presidentes, era uma constante a presença de rainhas e princesas.
H.W. Crocker em seus artigos descreve o papel da mulher na sociedade medieval: "As mulheres podiam governar a partir de tronos ou pontificados, e elas poderiam governar uma casa de classe média, assim como qualquer outra tem feito ao longo dos últimos 2000 anos. Elas mantiveram empregos e aprendiam o artesanato. Se camponesas, trabalhavam a terra com os seus maridos. Elas poderiam se tornar santas e levar os homens para a batalha (como Joana d'Arc). Se membros de ordens religiosas, ainda eram bem representadas nas áreas do ensino, da enfermagem e as outras profissões assistenciais.
Mais uma vez vou falar (cansa dizer isso): não é postagem tendenciosa, não sou religioso e apenas convido todos a aprenderem a história como ela realmente é, e não como ela nos foi apresentada. Devemos conhecer antes de julgar.
 
Segue agora o top 10 das grandes mulheres da história dos animês:
 
 
 
10º Lugar
Faye Valentine (Cowboy Bebop)
 
Quando comecei a imaginar em como seria um Top 10 das grandes heroínas dos animês, pensei que talvez não poderia sensualizar muito porque de repente algumas visitantes feministas aqui do blog (se é que eu tenho alguma) poderiam criticar. Desculpem, mas é impossível deixar este detalhe da feminilidade de lado. Eu sou homem e um apreciador da beleza do corpo feminino. E aqui está a poderosa caçadora de criminosos fora-da-lei Faye Valentine, uma das integrantes do elenco de protagonistas da obra-prima chamada Cowboy Bebop.
Faye confia mais na malandragem do que na força bruta, mas ela é notável como um dos mais fortes papéis femininos que um animê já teve, ainda mais considerando o período em que foi desenvolvida.
Adoro uma mulher que carregava uma arma. Mas sei que muitos devem estar estranhando porque uma personagem tão fodona apareceu apenas na décima posição de uma postagem tão importante. Bem, o problema é que não tenho muito o que falar da Faye. Esta mulher é apenas ... foda ... Não tenho certeza de que outra forma poderia descreve-la.
Linda, sensual e dona de uma das maiores caras-de-pau da história dos animês. Faye é mito!
 

 
9º Lugar
Maka Albarn (Soul Eater)
 
Maka de Soul Eater tem personalidade, aliás uma baita personalidade, do tipo que nunca fica clichê e ainda a torna muito atraente, capaz de fazer com que nos identifiquemos com as questões com as quais ela lida.
Ela nunca sente medo se precisa defender tudo aquilo no que acredita, e é certo que jamais abandonaria seus amigos. Sua determinação parece não conhecer limites, chegando ao ponto de entregar-se a loucura apenas para compreender e salvar a sua adversária em batalha.
É muito violenta e rabugenta em algumas situações, mas também é extremamente sábia e inteligente para a sua idade, sendo ainda uma aluna exemplar, aparecendo constantemente no topo das notas dos exames na sua classe.
Nunca desiste e sempre se esforça para o melhor, para ser a melhor e para fazer o melhor. Sua citação "Pode vir! Eu posso ser mais fraca do que você, mas eu vou deter o que quer que você jogue em mim!", resume a sua personalidade.
Encantadora, com um coração enorme, amável e muito inteligente e engraçada. Maka é sensacional!
 
 
 
8º Lugar
Balsa Yonsa (Seirei no Moribito)
 
Seirei no Moribito é um animê baseado em um livro de fantasia de mesmo nome que descreve a jornada de uma garota, Balsa, que trabalha para salvar vidas em busca do perdão de seus pecados, e do jovem Chagum, o príncipe do Império de Yogo.
Guerreira habilidosa da terra distante de Kanbal, Balsa empunha sua lança sempre a disposição dos necessitados e em expiação, embora ela afirme ser uma simples guarda-costas contratada.
Com cerca de trinta anos, Balsa é pragmática e inteligente, e não sustenta muito respeito por costumes de distinção de classes.
Curioso é que ela diz que todas as vidas são iguais, mas suas ações falam de forma diferente - ela ataca o seu rival com a intenção de matar, de modo que ela possa proteger Chagum, o príncipe chorão que todos querem ver morto. Nesse momento ela valoriza a vida e segurança dele mais do que a de um homem que iria matar inocentes para ter a chance de recuperar o seu orgulho ridículo. E eu sinceramente não acho que é a escolha errada, dada a distância que o rival mostrou que ele estava disposto a ir. Mas enfim são os ossos do ofício.
Sempre que é escrita uma história sobre uma mulher, todos se perguntam se a recepção do público será positiva com a caracterização da personagem. Eu gosto de pensar que uma boa representação de uma personagem feminina ou qualquer personagem deve aquilo que os telespectadores podem relacionarem-se ou ser capaz de evocar algum tipo de resposta emocional forte.
A fim de entender o que faz uma boa personagem feminina é preciso primeiro olhar para o que se tornou o modelo de fato para a personagem feminina "atual". Balsa cumpre esse papel de forma espetacular.
 
 
 
7º Lugar
Revy (Black Lagoon)
 
Rebecca, ou Revy, como ela prefere ser chamada, é a grande heroína do animê Black Lagoon. Ela atua na cidade fora da lei de Roanapur que está cheia de assassinos, bandidos e alguns dos criminosos mais temidos da sua realidade. O seu nome, habilidade e atitude têm um grande potencial para atrair problemas.
Revy viveu como uma criminosa, uma vez que ela era muito jovem, e agora pode realizar até mesmo alguns dos atos mais terríveis com um sorriso no rosto e deixando destruição em seu rastro. Suas armas são um par de Beretta 92FS e ela é chamada de "Two Hands" por causa de sua habilidade única com suas pistolas. Ela passa toda a série torturando mentalmente o protagonista Rock.
O ex-assalariado, agora empregado da Companhia Lagoon, Rock/Rokuro Okajima não tinha uma vida exatamente ideal. Após ter se formado na faculdade, ele se tornou um trabalhador para a Asahi Heavy Industries, forçado a se prostrar diante de seus superiores e geralmente sendo abusado por seus gestores. Ele imaginou que a obtenção de uma atribuição no Mar do Sul da China, seu primeiro trabalho solo, viria a ser a sua fuga, isto é, até perceber aonde havia se enfiado desta vez, ao lado de sua nova colega de trabalho que vai destruindo praticamente tudo ao seu redor sempre com um sorriso assassino em seu rosto.
Mas Rock é um rapaz de sorte. Que homem não gostaria de fazer amizade com a Revy? Se é que me entendem?
 
 
 
6º Lugar
Major Motoko Kusanagi (Ghost in the Shell)
 
Se você já conhece esta super-ciborgue feminina, então é provável que também vai estar familiarizado com o filme que a apresenta - uma das maiores influências sobre o gênero animê - Ghost in the Shell. Ela é um ser humano melhorado ciberneticamente e ainda atua como líder do seu esquadrão no combate às ameaças no surpreendente mundo futurístico desta franquia. Habilidades em dedução e combate são o seu forte. Quem pode esquecer a emblemática cena cinematográfica do tanque?
Mostrando a verdadeira distinção entre a natureza humana e a máquina, o espírito humano remanescente é o chamado "fantasma". Enquanto sua personalidade muda um pouco entre as diversas adaptações de TV, cinema e mangá, algumas coisas permanecem as mesmas com relação a major, e uma delas é a sua tremenda habilidade em combate.
Uma grande mulher, em todos os sentidos, extremamente forte, dedicada e determinada. Masamune Shirow criou uma obra de arte, praticamente uma deusa em aço e sangue. Mais um maravilhoso achado que encantou e inspirou muitas gerações.
 
 
 
5º Lugar
Erza Scarlet (Fairy Tail)
 
Erza é uma garotas guerreiras provenientes da guilda Fairy Tail, e ela é a melhor entre os melhores, a super-elite entre as elites. Ela tem uma força imensa, incomparáveis habilidades, talento incrível, ótimo caráter e poderes surpreendentes. Claro, ela é um mago de classe S. Além disso, seus amigos e companheiros de equipe ficaram tão aterrorizados com a força dela que chegaram ao ponto de apelida-la de "Demônio" ou "Majin".
É ferozmente leal a seus amigos e extremamente protetora de sua guilda também. Dotada de uma inteligência privilegiada, geralmente analisa os poderes, fraquezas e padrão de ataque de seu inimigo dentro de segundos em meio a um combate, mas, às vezes, ela se comporta como uma criança. O seu lado cômico é bem divertido e apesar de ser bruta e violenta, não deixa de ser feminina e elegante. Tem um grande senso de justiça, e é bastante rigorosa. Seus traços inocentes escondem seu passado sombrio, e seus poderes extraordinários.
Dentre todas as estrelas femininas deste animê, Erza sem dúvida é aquele que mais brilha. Seus combates entram facilmente para o meu Top das melhores batalhas dos animês. E apesar disso tudo, ela tem uma queda por coisas fofas e ama doces. Seus ataques graciosos, juntamente com sua sagacidade rápida e belíssima aparência fazem uma combinação perfeita para uma assassina. Erza realmente merece o título de "Titânia".
Mesmo Natsu, o herói principal de Fairy Tail, tem medo dela. Cara, EU AMO A ERZA.
 
 
 
4º Lugar
Teresa (Claymore)
 
Teresa, a grande guerreira de Claymore de olhar enigmático, tem um pedaço de “demônio” (youma) dentro de seu próprio corpo, e enfrenta monstros com mais do que o triplo de seu tamanho. Uma das mulheres mais marcantes de todos os animês.
No passado, Teresa foi a claymore  número um. Ela é aparentemente indiferente, como a maioria dos claymore são, mas ela está em um momento ligada a uma menina, Clare, há quem protege mesmo ao custo da sua vida. E Clare vem a tornar-se a grande heroína desta série.
Eventualmente, Teresa mata um grupo de bandidos humanos que ferem Clare, quebrando uma regra claymore. Outros claymores poderosos são enviados para matar Teresa, resultando em uma das cenas mais dramáticas de todos os animês, e uma que fatalmente afeta todo o seu enredo.
Teresa, bonita, violenta e legal, tem um papel importantíssimo que foi o de "preparar o caminho" para a outra grande mulher que viria a ser Clare. Foi graças a ela que Clare esteve preparada para subir ao palco desta história, desenvolvendo seu poder e habilidades.
Teresa é claramente a claymore mais poderosa de seu tempo, e até mesmo no presente momento, não havia ninguém, claymore ou outros, que pudessem se equiparar com o seu poder. Sua morte é repentina e chocante, uma morte que nunca deveria ter acontecido nas mãos de Priscilla, que vem a tornar-se uma antagonista principal da série.
A ideia mais marcante da relação dos personagens de Claymore é a inspiração. Nada é mais prevalente aqui do que a maior das mulheres de seu tempo evocada pela maior guerreira dos novos tempos.
 
 
 
3º Lugar
Número 18 (Dragon Ball Z)
 
Após a Major Motoko Kusanagi, temos mais uma ciborgue. A Androide Número 18, ou Lazuli para os mais íntimos, é certamente uma das mulheres mais poderosas de todos os tempos. A começar que ela faz parte do elenco de Dragon Ball, famoso por ser essencialmente masculino e dotado de indivíduos loucos e marombados que saem por aí explodindo planetas, sistemas solares e até galáxias.
Claro que a série apresenta outras mulheres fortes, mas nenhuma tão marcante e durona quanto a Androide Número 18. Criada pelo Dr. Gero da Red Ribbon com a intenção de matar Goku, em sua primeira aparição fez pouco caso do Super Saiyajin e ainda humilhou o todo-poderoso e arrogante príncipe dos saiyajins Vegeta. E, considerando apenas o planeta Terra, podemos dizer que ela é uma das mais poderosas personagens deste mundo, estando um pouco acima do seu irmão-gêmeo, o Androide Número 17 e, como membro dos guerreiros Z, ficando quase empatada com Piccolo.
Se o mangaká Akira Toriyama admite não saber desenhar mulheres (essa piada foi até utilizada por ele em Dr. Slump), podemos dizer que ele fez o seu melhor com a Número 18, dando a personagem uma aparência mais diferenciada das suas demais personagens femininas, além de uma beleza mais exótica, tornando-a uma das mais belas e desejadas garotas de Dragon Ball Z.
Outro detalhe legal é a sua personalidade, que é bem marcante, com um ar decidido e do tipo "tô nem aí". Ela é um tanto folgada.
Lembro que, quando Dragon Ball Z era febre (até parece que não é mais), muitas pessoas achavam que ela deveria fazer um par com o Vegeta e não com o Kurilin. Será que o Universo sobreviveria a um encontro desses dois?
Sempre achei tal ideia ruim. Eu acho o máximo o relacionamento que a Número 18 tem com Kurilin. Ela o ama, mesmo ele sendo o que é (fraco e... baixinho). Sacanagens a parte, o Kurilin sempre foi um dos meus favoritos de DBZ, e aqui podemos usar um velho ditado, mudando seu sentido para: "por trás de uma grande mulher há um grande homem".
Os dois são demais juntos, e sem falar daqueles momentos em que ela cora quando está junto dele. Sem dúvida os dois formam um dos casais mais adoráveis de todos os animês. O amor é cego e misterioso.
 
 
 
2º Lugar
Lina Inverse (Slayers)
 
Lina Inverse é a grande estrela de Slayers. Ela é selvagem e alegre, e na maioria das vezes é uma garota rude. Ela pode agir de forma irresponsável, mas é muito inteligente e habilidosa.
Lina considera a si mesma como um "gênio da magia", o que não está longe de ser verdade. Ela tem habilidades extraordinárias quando se trata de usar magia, e até mesmo foi capaz de criar o seu próprio estilo de luta com espadas.
Desbocada e gulosa, ela tende a comer muito para manter sua energia. Além disso, age como uma versão feminina do Robin Hood, tirando o dinheiro de bandidos. Com o tempo, ela passa a ser acompanhada por Gourry Gabriev, o seu "guardião" (como se ela precisasse de um), burro feito um porta e por isso mesmo alvo constante da violência de Lina. Depois se juntam a ela Amélia Wil Tesla Saillune, a princesa pacifista do reino de Seyruun, e Zelgadis Greywords, um homem amargurado misto de humano-demônio-golem de pedra, além de muitos outros personagens igualmente carismáticos que conhece em suas aventuras.
Devido aos seus incríveis poderes, ela é muito temida, recebendo apelidos como "Dra-Mata", "Inimiga natural de tudo o que vive", "A força da destruição que caminha", dentre outros, todos dados pelos inimigos que conseguiram sobreviver ao seu encontro. Seus talentos naturais combinado com a sua vontade imperturbável, dedicação, coragem serena e esperteza fazem dela uma rival formidável. 
Lina é uma personagem facilmente identificada pela definição de "Tomboy", mas ela também gosta de coisas infantis e meigas da mesma maneira. Além de sua habilidade com as batalhas, é uma mulher de negócios, sempre pensando em se dar bem financeiramente, e caso ela falhar, sempre pode contar com a sua força coercitiva para resolver o problema.
Dublada pela lendária Megumi Hayashibara, Lina Inverse é um dos maiores ícones da cultura pop japonesa e marcou a vida de muitos dos apreciadores dos gêneros animê e fantasia.
 
 

 
1º Lugar
Fujiko Mine (Lupin the 3rd)
 
Antes de Carmen Sandiego, Fujiko Mine surgiu como a ladra sensual e uma das minhas anti-heroínas favoritas. Ela é uma daquelas personagens únicas que todo mundo quer copiar, mas nem mesmo podem chegar perto o suficiente. Selina Kyle, a Mulher Gato talvez...
Toda vez que aparece, não podemos dizer ao certo quais são as suas intenções. Ela está com Lupin e sua quadrilha? Ou será que é contra eles? Nós nunca podemos dizer, mas essa é a melhor parte dela: Você nunca pode entendê-la! Ela pode trabalhar por conta própria e usar todos os tipos de truques na manga, mas há momentos em que ela precisa da ajuda de Lupin.
Lupin reconhece o fato de que ela pode apunhalá-lo pelas costas a qualquer minuto, mas ele não se importa, porque no fundo sabe que ela não pode matá-lo, mesmo que tente. Ainda que ela o engane e roube todo o seu saque, nada disso importa, porque eles ainda se amam e vão continuar seus desafios até o fim.
A personagem é uma femme fatale ao extremo, não tem escrúpulos e está sempre muito bem aplicada na história e, como já foi dito, é uma personagem muito bonita e extremamente sexy. O seu traço é épico, aquele tipo de mulher que seria para casar caso fosse real. Por outro lado, Fujiko também pode usar a sua sensualidade como uma arma e isto tem desempenhado um papel importante em sua personagem. Há aqueles que logo irão disparar acusações de que a aparência física de uma mulher é o caminho mais notoriamente demasiado e descaradamente preguiçoso de tentar escrever uma personagem. Como sou um inimigo do politicamente correto vejo de outra forma.
Fujiko é sensual, ela sabe disso, e não se importa de sempre que possível fazer uso desta sua face. Geralmente a vemos utilizando de sua beleza e inteligência para se infiltrar e reunir todas as informações e estar no lugar e hora certas para qualquer esquema de roubo em que venha a se envolver, favorecendo a si mesma ou ao seu grupo de aliados. Mas é bom ficar esperto, ela pode mudar de lado em um piscar olhos. Tenha cuidado com ela, porque traição é seu nome do meio.
 
 
 
A HEROÍNA SUPREMA DOS ANIMÊS
Nausicaa (Nausicaa of the Valley of the Winds)
 
Um dos melhores filmes de animação de todos os tempos, Nausicaa of the Valley of the Winds foi lançado pelo Studio Ghibli em 1984, com base em uma série de mangá de 1982-1990. Ele nos apresentou aquela que é a heroína SUPREMA de toda a história da animação.
Nausicaa é um grande modelo para as meninas, exceto pelo fato de que ela parece ter desistido de usar roupas íntimas.
Ela conversa com as árvores e com os animais, é totalmente destemida, estuda amostras botânicas, odeia a violência, voa num planador com uma habilidade de Luke Skywalker, e ainda salva o mundo.
As criaturas com múltiplas olhos que vemos marchando no decorrer do filme são os chamados de Oms, que irritarem-se contra a humanidade. Os Oms em marcha neste filme são visualmente deslumbrantes, como, aliás, tudo é sobre ele. É o velho estilo de animação desenhada que tem um tipo de beleza singular a qual a animação digital parece carecer.
Nausicaa é a princesa de um pequeno grupo de pessoas e sua posição como a filha do rei realmente detém o poder e suas responsabilidades. O fato de que Nausicaa tem poder é um grande diferencial que ela tem com a maioria das princesas com as quais estamos familiarizados. Como as princesas da Disney, as quais nunca vemos exercerem seus poderes mesmo com a posição social em que se encontram.
Na versão mangá de sua história, seu pai está doente e não tem um filho, assim Nausicaa deve ir para a guerra em seu lugar. No filme, por uma questão de bem-estar de seu povo, ela deve tornar-se um refém político. Em ambas as versões, Nausciaa corre muitos riscos para impedir as pessoas de destruirem completamente o mundo. Devido a isto, ela não pode simplesmente ser gentil, mas também dura, resistente, e saber como agir por conta própria. Como resultado, juntamente com suas motivações e a sua natureza inocente, Nausicaa ajuda a muitos. Ela ganha não apenas o amor das pessoas, mas também o seu respeito.
Com sua história situada em um mundo pós-nuclear como tantos outros filmes, este mostra uma cultura frágil e um mundo sofrendo para manter-se vivo, contaminado pelas toxinas que tomam conta da atmosfera. O filme trás uma mensagem de fundo ecológico muito semelhante àquela que conhecemos através do filme clássico Duna.
A floresta é incompreendida e temida por todos, exceto Nausicaa, que finalmente descobre o seu segredo e, assim, a chave para salvar a civilização humana. Mas há uma triste realidade presente no filme: Nausicaa está lutando contra a violência inerente e a agressão da humanidade, e ela quase perde a luta. Ficamos com a sensação de que em um outro tempo, que poderia ter sido diferente, nós todos nos afogariamos em um mar tóxico de ódio e venenos ambientais de nossa própria criação.
A história desta heroína é muito bela e ainda trás uma mensagem que nunca deixará de ser atual: o cuidado com aquilo que nos é valioso agora e a sua preservação para todas as gerações futuras.
 
 
 
Menção Honrosa
Ryoko Hakubi (Tenchi Muyo)
 
A pirata espacial, ou mulher-demônio-alienígena, Ryoko, criação de Washu Hakubi, maior gênio científico de todo o universo, é um personagem fascinante. Ela é linda, gostosa, boca-suja, cara de pau, e tem tanto poder e determinação que deixariam qualquer um saiyajin de queixo caído.
Tal como Lina Inverse, Ryoko é um ícone da cultura pop japonesa. Mas então por que ela aparece apenas como menção honrosa?
Ryoko não se encaixou bem no perfil que escolhi para integrar esta lista. Tenchi Muyo pode ser uma série memorável, foi uma de minhas favoritas na adolescência, uma mistura de comédia romântica com space ópera. Mas ainda assim Tenchi Muyo sofre por ser taxado como uma série com um dos maiores e mais questionáveis clichês da história dos animês: o garoto bobão/virjão cercado por um bando de gostosas e todas inexplicavelmente atraídas por ele.
Pois é, Ryoko, quando não está explodindo sistemas solares por aí, está aos tapas com a princesa Aeka de Jurai, a sua maior rival pelo amor do babaca do Tenchi Masaki, cenas estas que aliás rendem momentos divertidíssimos e engraçados.
Mas de qualquer forma, se a lista que planejei fosse maior, Ryoko com certeza entraria no Top. Além dela ser a minha guerreira-espacial favorita dos animês e uma das mais poderosas, tem uma personalidade fantástica. Ela sempre fala o que pensa e age da maneira mais rude e improvável se precisar, não se importando com o julgamento dos outros.
É acima de tudo uma mulher forte e decidida, e ainda dá uma grande lição de moral para os seus críticos. Ryoko nos ensinou que uma mulher pode ser simplesmente aquilo que ela quer ser, liberal ou contida (As feministas piram!).
 
Espero que tenham curtido. Até a próxima e obrigado por ler.

Um comentário:

  1. Seu top 10 me serviu muito, e o melhor pude conhecer outras personagens legais q com certeza eu irei assistir pra conhecer mais ainda......

    ResponderExcluir