sexta-feira, 28 de novembro de 2014

CIÊNCIA: A FÍSICA DOS APELÕES


Quem acompanha o meu blog já deve ter percebido as tantas referências e homenagens que faço a minha classe. Eu sou um graduado em Biomédicas.
Curioso. Na minha família é quase unânime a identificação das pessoas com as Exatas.
Na casa onde fui criado, por exemplo, os meus dois irmãos resolveram trabalhar com números, com cálculos, com máquinas.
Já eu decidi trabalhar com pessoas, com genética, com saúde, etc.
Posso então ser considerado uma ovelha negra na família?
Não. Longe disso! A saúde é com o que me identifico e também é aquilo com o que acredito poder dar alguma contribuição à sociedade.
Mas por ter sido tão apegado aos irmãos, penso que gostaria de ter mais habilidades com os números. Seria legal se pudéssemos trabalhar juntos.
E, graças aos meus irmãos, eu ainda sou fascinado pelos estudos relacionados aos fenômenos físicos da natureza, em especial a astrofísica.
Sou muito curioso e penso o quanto seria realizador ir de encontro ao desconhecido. Estudar o Universo, tudo aquilo que não podemos ver com os nossos olhos.
 
 
"O mundo que conhecemos é apenas uma pequena parte de um
mundo muito maior."
 
                                                                    Ging Freecs (Hunter X Hunter)
 
Quadrinhos e mangás de super-heróis ou de seres com poderes fantásticos são perfeitos para os nerds entrarem em discussões sadias sobre fatos que desafiam a lógica.
Escolhi aqui apenas quatro exemplos porque senão posso me empolgar e fazer uma postagem-monstro, daquelas que ninguém vai ter coragem de ler, como foi a que fiz sobre política e eleições.
Vejamos:

 
Personagem: Magneto
Poder: Eletromagnetismo
 
O vilão/anti-herói Magneto das histórias dos X-men na Marvel Comics é um imã vivo. E como pode usar seus poderes a hora que quiser podemos concluir que ele é um eletroímã.
Magneto deve ser capaz de manipular enormes quantidades de cargas elétricas que circulam dentro de seu corpo e é esse movimento que gera o magnetismo.
Devido aos seus feitos absurdos de poder, imaginamos que estas cargas devem ter energia suficiente para iluminar uma cidade. Difícil é pensar de onde Magneto tira tanta energia. Se pensarmos que ele quebra os próprios núcleos de seus átomos, provocando uma pequena explosão nuclear interna, surgira também um outro problema: a radiação. O corpo do mutante precisaria ser feito de chumbo para contê-la!
Bem, mas vamos analisar os feitos de Erik Lehnsherr.
Magneto é de longe um dos personagens mais poderosos da Marvel Comics. Ele poderia destruir o planeta Terra inteiro se quisesse, já que é capaz de controlar todas as formas de eletromagnetismo de formas simultâneas, e ainda é dito que o seu poder não tem limites.
O eletromagnetismo age sobre todos os elementos, em alguns mais em outros menos. Magneto teria o nosso planeta como seu refém, poderia agir com seus poderes no centro de níquel e ferro magnetizado da Terra e pararia a sua rotação! Afinal, seus poderes são ilimitados.
Sem esquecer de mencionar que, como magnetismo e eletricidade são dois lados de uma mesma moeda, Magneto poderia ser capaz de gerar cargas elétricas sobre todo o espectro visível, deixando a Tempestade no chinelo.

 
Magneto enfrentando os Vingadores em Guerras Secretas chegou a mencionar que o único daquela super equipe que poderia enfrenta-lo era Thor, que seria o seu equivalente. Pode parecer absurdo pensar em uma pessoa, mesmo sendo um mutante, nascer com um poder para fazer frente a um deus, mas se meditarmos sobre os conceitos clássicos acerca do que seria classificado como uma divindade (os antigos atribuíam todos os fenômenos da natureza aos deuses), faz bastante sentido. 

Nikola Tesla
Aqui aproveito para falar sobre Nikola Tesla, o inventor nascido no Império Austríaco, famoso por suas contribuições na engenharia mecânica e eletrotécnica. Uma de minhas figuras históricas favoritas, fascinante era a sua inteligência e a sua personalidade que serviu de inspiração para os típicos cientistas loucos de ficção científica, principalmente por causa da sua teoria do "Raio da morte".
Tesla descobriu que não são necessários fios para que a energia pudesse ser transportada, assim criou o primeiro “transformador amplificado”, na tentava de iluminar o mundo gratuitamente. Interesses políticos e coorporativos impediram suas pesquisas para esse fim, assim criou um projeto que disfarçava seus interesses, conseguindo verba para suas pesquisas.
Ele descobriu que a Terra não é somente um enorme imã, mas na verdade um capacitor, ou seja, um acumulador e liberador de energia de tamanho descomunal. 
 
Alguém com os poderes do Magneto pode então ir ainda mais longe com um pouco mais de imaginação.
Magneto ainda poderia produzir raios-X ou radiação gama que são gerados por um processo mais violento como a explosão nuclear, que ainda pode ser usado para partir átomos. Poderia também produzir luz visível, ou ultravioleta e ainda a infravermelha, sendo capaz então de gerar calor a temperaturas elevadíssimas. E com ondas eletromagnéticas em um espectro maior, poderia criar explosões de micro-ondas, algo devastador e bem dramático de se assistir.


 
Personagem: Barba Negra
Poder: Energia e Matéria escura/Gravidade infinita
 
Eu mal esperava que surgisse uma boa oportunidade para falar sobre este personagem, e quem diria que seria agora, justo em uma postagem sobre ciências.
Marshall D. Teach, mais conhecido como Barba Negra, não é apenas o vilão mais legal e poderoso do animê/mangá One Piece, mas é também aquele que possui o melhor conceito de personagem nesta história. Ele foi baseado no pirata Barba Negra real e boa parte dos personagens desta série criada pelo mangaká Eiichiro Oda também são referências a piratas reais, outro detalhe maneiríssimo desta obra. Mas aqui não vamos falar do personagem Teach e sim do poder que ele afirma possuir.
O Barba Negra comeu a Yami Yami no mi, a fruta escura, e graças a isso tem o poder sobre a escuridão. Porém a escuridão a qual nos referimos aqui não é simplesmente a falta de luz, como demonstrado, mas sim a Matéria Escura e a Energia Escura, que correspondem a 95% do nosso Universo e são soluções propostas para explicar os fenômenos gravitacionais e, até onde sabemos, são duas coisas distintas, que apenas temos noção de sua existência através de métodos indiretos, observando seus efeitos sobre o universo e tentando deduzir suas propriedades a partir deles.
Já vimos Teach em ação várias vezes e em seus combates o seu principal artifício é criar violentas forças de atração e repulsão contra seus adversários, além de poder confinar qualquer ente dentro do Buraco Negro que o seu poder pode criar.
Vamos deixar de lado o seu poder místico de selar as habilidades de outros usuários de Akuma no mi e também a sua habilidade de roubar os poderes dos usuários e depois usá-los a vontade, como ele fez com o Barba Branca, seu antigo capitão, após mata-lo.

 
Como já aprendemos com um dos mais geniais cientistas que já existiram, Issac Newton, quanto maior a massa, maior a sua força gravitacional. De acordo com o livro do astrofísico Neil DeGrasse Tyson, Death by Black Hole, os buracos negros possuem ainda mais massa do que as maiores estrelas que podem formar corpos celestes com uma tremenda força de atração. Nos buracos negros a velocidade de escape é ainda maior do que a velocidade da luz! Doidera, né!
Nem a luz seria capaz de escapar de um buraco negro, que é uma entidade realmente fantástica devido a toda essa gravidade concentrada em um único ponto. Nem mesmo se você fosse capaz de alcançar a velocidade da luz poderia escapar da força dos buracos negros.
Já imaginou o quão absurda é a força que o Barba Negra poderia alcançar e a quantidade de inimigos do seu universo de animê/mangá ou de outras mídias que tombariam ante ele?

Aioria de Leão, Cavaleiro de Ouro (Saint Seiya)
Tecnicamente, nem mesmo se você fosse um Cavaleiro de Ouro que é capaz de se mover a velocidade da luz, poderia escapar da força de atração de um Buraco Negro, do qual nem mesmo a luz pode escapar (Apenas estamos supondo que Teach tem esse poder).
Quando os átomos de uma estrela ou nebulosa são sugados por um buraco negro (poder que o Barba Negra exemplificou quando lutou contra Portgas D. Ace e absorveu por completo a "Super Nova" criada por ele), estes entram em órbita e formam uma espiral, chamada Disco de Acreção, cuja a rotação é tão acelerada que gera atrito para aquecer o material a milhões de graus e gera fachos de raios-X e gama. E em casos mais extremos formam o objeto mais energético conhecido do universo, o Quasar.

Quasar
Os Quasares emitem mais raios gamas e luz do que galáxias inteiras! E a maior parte daquilo que o Buraco negro absorve é expulso desta forma.
Imagine agora o que você poderia ver num espetáculos como este, se fosse possível aproximar-se dele. Caso você não seja ejetado, poderia cruzar o horizonte de eventos, o ponto de onde nem mesmo a luz escapa, ele distorce tanto o espaço quanto o tempo que atua como uma lente que desvia a luz do que está atrás. E, como o tempo é relativo a gravidade, minutos no horizonte de eventos equivalem a milhares de anos fora dele.
Considerando que o Barba Negra cria um Buraco Negro de tamanho reduzido, cruzando o horizonte de eventos, a diferença de gravidade é tão grande que puxaria seus pés com mais força do que o seu corpo se segura junto. Quer dizer, seu corpo seria divido em dois, que em seguida seria dividido até restarem apenas moléculas que são quebradas em átomos e que são quebrados em partículas menores ainda.
É, isso é quase tudo o que o Barba Negra poderia fazer possuindo o controle completo sobre tais forças. Claro que são tudo especulações minhas, afinal nem o Oda ainda apresentou a real extensão dos poderes deste vilão, mas se o Luffy vai ter que enfrentar tudo isso, precisará de muito mais do que Haki.
 

 
Personagem: Enrico Pucci
Poder: Controle universal da gravidade/Aceleração do tempo
 
O vilão da sexta parte do mangá Jojo's Bizarre Adventure de Hirohiki Araki, Enrico Pucci é a apelação em pessoa. Se algum dia eu for fazer uma lista dos personagens mais poderosos de todos os animês/mangás, ele certamente vai figurar entre as primeiras posições.
Pucci é um padre de profissão. Já repararam como japoneses gostam de criar padres fodões e que lutam pra caraio?
O caso de Enrico Pucci é o de um vilão ideólogo, comprometido com uma noção excepcional da vontade de Deus, e com o plano de Dio Brando, vilão da primeira e terceira partes do mangá e com quem o padre aprendeu a ser um baita de um lazarento. Ele não se importa de ter que manipular e usar as pessoas para seu próprio ganho pessoal. O seu irmão gêmeo Wes ("Weather Report") mesmo comenta que ele é o pior tipo de malvado, " um homem mau que não compreende que faz o mal".
Mas o que faz Enrico Pucci ser um ser tão poderoso?
O seus poderes de Stand (o poder espiritual dos personagens do universo de "Jojo's") evoluíram duas vezes no decorrer da saga em que atua. Se antes ele já era perigoso, mesmo para Dio, com o Stand Whitesnake que rouba as habilidades, alma e memórias dos outros, quão terrível tornou-se então quando adquiriu o Stand C-Moon.
Aqui os fenômenos físicos começam a se fazerem presentes e podemos discutir sobre eles. O C-Moon atribui a Enrico Pucci a habilidade de inverter a gravidade, a partir do seu centro de massa, com um alcance efetivo de 3 km. Assim, qualquer objeto não-fixo dentro de um raio de 3 km cai para longe do usuário do Stand. E ele também pode aumentar drasticamente a força gravitacional atuando sobre um objeto pelo simples toque e, se esse toque for feito no mesmo objeto ou área duas vezes, esse ajuste é revertido. Sem falar que o C-Moon permite ainda a Pucci desafiar a gravidade e orbitar qualquer inimigo ou ameaça.

"Tempo é relativo"/"Gravidade dobra o tempo"
Como foi subentendido anteriormente quando falei do Barba Negra, "a gravidade dobra o tempo". E é aqui que os maiores absurdos do mangá de Hirohiko Araki acontecem.
Pucci desenvolve um novo Stand chamado Made in Heaven (sim, o nome daquele álbum do Queen) que aumenta a velocidade ou taxa de fluxo do tempo através de sua capacidade de controlar as forças gravitacionais da Terra, da Lua e as aparentemente de todo o universo (em referência a aspectos da teoria da relatividade)!
Além disso, este Stand parece ter retido algumas das habilidade de Dio, uma vez que quando Jotaro Kujo usou a sua habilidade de parar o tempo, Pucci parecia estar ciente disso, agindo quando o tempo não deveria estar correndo.
Com a capacidade de acelerar o fluxo do tempo, nada no universo pode escapar do poder dele, com a exceção de seu usuário, Enrico Pucci, e essencialmente Deus.


Haruhi Suzumiya - a visão Otaku de um Deus
 
Deve-se notar que, enquanto o tempo se acelera para todos os processos não-vivos, os relógios biológicos das pessoas permanecem o mesmo, como se o tempo não acelerasse.
Para aqueles que lutam com o seu usuário, ele apareceria em constantemente movimento, mesmo quando parado.
Enrico Pucci pode atingir a velocidade da luz em poucos segundos e ainda foi capaz de fazer um dia virar um minuto, meses viraram segundos e mesmo os físicos especialistas confirmaram que a Terra estava realizando o seu ciclo em torno do Sol em segundos! Ele ainda matou os heróis da história e fez seus corpos apodreceram rapidamente. Tudo isso foi feito durante um segundo!
 
 
Nem mesmo o Flash, da DC Comics, poderia esperar por algo assim. Pucci poderia detê-lo com a sua velocidade de ação infinita ou ainda deixa-lo muito velho! O velocista por outro lado tem uma grande quantidade de recursos que poderiam favorece-lo. Não vamos criar muitas polêmicas aqui, afinal, para qualquer um fã do Flash, ele é invencível. É como bem disse Stan Lee: "Num duelo entre dois personagens vence aquele que você prefere que vença".
Voltando ao poder do padre de "Jojo's", como o tempo continua a correr, o universo vai bater em um "ponto de fuga", e um novo universo será criado, onde tudo se repete, de acordo com o "destino".
O usuário do Stand pode então alterar as características do universo e os destinos das pessoas no universo recriado e criar o mundo perfeito que eles desejam. Qualquer um que é morto por este Stand no universo anterior não deixará de existir, mas simplesmente será substituído por um ser semelhante, embora Pucci afirme que suas almas e personalidades terão sido apagadas e que eles vão parecer pessoas completamente diferentes.

"Desafio Infinito" (Marvel Comics) X "Stone Ocean" (Jojo's Bizarre Adventure)
Conte quantos planetas e estrelas existem no universo e depois entenderá o poder que esse cara ganhou. Embora muitos ainda acreditem que Pucci teria uma boa luta com o outro ser mais apelão de "Jojo's", o filho do seu chefe, Giorno Giovanna.
 
No resultado do "reset" que Pucci atribui ao universo, o destino das pessoas não pode mudar, a menos que o "padre libertino" realize alguma ação.
Quando o usuário do Stand é morto, o universo será redefinido em uma linha de tempo alternativa.


 
Personagem: Galactus
Poder: Poderes cósmicos obtidos pela energia do Big Crunch/Big Bang
 
O nome Galactus e a origem do personagem são bem conhecidos por qualquer nerd vidrado em quadrinhos que se preze.
O Devorador de Mundos da Marvel Comics originalmente era chamado Galan nascido no planeta Taa. Galactus é o único sobrevivente do Big Crunch que destruiu o universo anterior, acontecido antes do Big Bang que gerou o Universo Marvel atual (o "nosso" universo).
Galan era um explorador do espaço investigando o iminente fim do universo. Posteriormente, Taa foi mergulhada em uma praga radioativa que matou quase todos os seus habitantes. No último instante, Galan consegue escapar do planeta condenado numa nave espacial com alguns outros sobreviventes. Ao invés de morrer vítima da radiação que já tinha extinto a vida em todo o universo, Galan propõe aos seus companheiros que eles pilotassem a nave diretamente até o centro do Big Crunch. Enquanto se aproximava do Ovo Cósmico (ponto central do Big Crunch e fonte da radiação exterminadora), sua tripulação e sua nave são prontamente destruídas, mas um destino diferente foi reservado a Galan.
Dentro do Ovo Cósmico a "Sentença do Universo" se revela para Galan e lhe informa que embora ambos fossem morrer no cataclisma, eles iriam renascer como uma espécie única de herdeiro nascido no próximo universo. A "Sentença do Universo" então se funde ao corpo do mortal Galan, estabelecendo-o como o único sobrevivente do Big Crunch. Esta união leva ao seu renascimento no universo atual como o Galactus. Após o Big Bang e a formação da realidade atual, Galactus passa por uma gestação num casulo de energia cósmica para completar sua metamorfose. E após milhões de anos enfim emerge como uma entidade de vasto poder cósmico, essencial e intrínseco ao recém-formado universo.
 
Mas aqui eu não vou ficar debatendo sobre os poderes deste personagem, e sim sobre dois temas relacionados a ele que são os mais fascinantes para mim: A teoria da criação do universo e as escalas universais.
E quando vamos falar sobre as teorias de criação do nosso universo, é impossível deixar de mencionar o nome de Georges Lemaître.
 
Georges Lemaître
Georges Lemaître foi um padre católico e também um astrofísico. Estudou sobre a expansão do universo, teoria proposta anteriormente por Willem de Sitter e George Friedman. Foi o primeiro ou um dos primeiros cientistas a levantar a teoria do Big Bang. De fato, ele conheceu Albert Einstein pessoalmente e juntos discutiram sobre se o universo é estático ou se está em constante expansão.
Segundo Lemaître, como sabemos que o universo está se expandindo, ficando cada vez maior, então há muito tempo atrás, ele era menor. E há muito, muito tempo, era menor ainda. Isso significa que há bilhões de anos, tudo no universo estava contido em uma pequena bola ("Ovo Cósmico") que explodiu. Uau!
Algumas das perguntas dos cosmólogos a respeito deste tema são: E depois? Será que o universo vai realmente acabar? Ou será que continuará a expandir-se indefinidamente até esfriar-se totalmente e se tornar um Universo de escuridão? Ou será que tudo prosseguirá num ciclo eterno de Big Bangs e Big Crunchs? 
 
Galactus nos quadrinhos tem uma origem bem interessante. Legal também são os personagens que tentam emular o seu sucesso como Imperiex, a versão DC Comics de Galactus. E há até mesmo uma versão Capcom de Galactus, Pyron, diretamente dos games de luta da série Darkstalkers.
Pyron é um ser cósmico que se alimenta de corpos celestes, como planetas e estrelas, assim como a sua contraparte da Marvel Comics. Curioso é pensar que uma criatura de tamanho poder como Pyron vem à Terra enfrentar entidades como vampiros, lobisomens, múmias e até mulheres-gatos. Esperava um desafio maior para ele.
 
                            
 
Pyron tem o comportamento de uma estrela. Com bilhões de anos de idade, está continuamente em expansão, juntando cada vez mais massa, com seus átomos em constante pressão. Então eu até tinha uma teoria de que ele se transformaria em uma supernova e ao fim seria um ser de puro ébano. Assustadoras as minhas ideais, né?
Vejam que no vídeo acima ele faz os planetas do nosso Sistema Solar orbitarem os seus dedos. Pyron originalmente deve ter o tamanho de uma galáxia! Seus poderes cósmicos lhe permitem ter a escala de que precisa.
 
Teggen Toppa Gurren Lagann
E aqui entramos na questão das escalas universais. Se Pyron ter o tamanho de uma galáxia é exagerado, não surpreenderia tanto quando lembramos da saga do Anti-Spiral no animê/mangá Teggen Toppa Gurren Lagann. Aqui temos um meka tão colossal que usa as galáxias como Shurikens! O que pensar de um ser que tem bilhões de anos luz de altura?
 
 
                              
 
Este vídeo é impressionante. Com certeza não somos o centro do universo! Uma das coisas que mais me fascinam na astrofísica e na astronomia é a capacidade têm de nos ensinar a humildade (Ainda que a maioria dos nossos astrofísicos careçam dela).

No começo desta postagem, eu falei muito sobre trabalho e família. Eu me considero um homem desejoso de encontrar algo que realmente me faça feliz com o meu trabalho e eu acho que arriscar é importante, mas não podemos nos esquecer de aproveitar o que vem no caminho trilhado em busca daquilo que realmente procuramos para nós.

 
"É bom se divertir com pequenos imprevistos. Ao máximo. Porque aí você vai encontrar o que é mais importante do que aquilo que você quer."
 
                                                                         Ging Freecs (Hunter X Hunter)

Nenhum comentário:

Postar um comentário