quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

OS COMERCIAIS MAIS MARCANTES DA TV


Estamos de volta, meu amigos. Dezembro está aí e eu gosto muito do clima desta época do ano. Quero dizer, quando falo em clima, não me refiro ao calor infernal que sempre faz neste tempo. Nossa, você mal pode esperar pela chegada dos dias de folga. Se o nosso trabalho e estudo já são muito cansativos, com esse calor é um esforço bem maior, quase um martírio.
Eu sempre vi Dezembro como uma época em que nós podemos rever pessoas que há muito não víamos, visitar aqueles lugares especiais que no meio do ano não encontramos tempo suficiente para visitar e, principalmente, lembrar do passado.
Para a postagem de hoje, separei alguns dos mais famosos comerciais televisivos que marcaram a vida de muita gente que viveu os anos 1980 e 1990. Aqui, logicamente, não foram colocados todos, mas pelo menos foram selecionados alguns dos mais conhecidos e importantes que ficaram na memória afetiva da minha geração. 


Coca Cola vs Pepsi

Cara, que boa que era aquela época. A rivalidade entre a Coca Cola e a Pepsi era muito hilária. Acho que não se vêem mais este tipo de provocação porque as leis que controlam o conteúdo das propagandas devem estar mais rígidas.

                           

Reparem que a Coca Cola era bem mais trollada pela Pepsi do que o contrário. Isso quer dizer que a Coca Cola tinha mais pedras nos sapatos com sua concorrente do que com historinhas mal contados e difíceis de digerir sobre supostos ratos dentro de garrafas.
Engraçado que nunca gostei de Pepsi, achava ela bem menos gostosa que a Coca Cola. Mas no quesito humor, ela mandava tão bem quanto a sua rival.
Se não me engano havia uma rivalidade parecida entre a Queops e a Elma Chips. Não era tão engraçada quanto a dos refrigerantes, mas era bem marcante.

                                                               Ursos da Coca Cola

Ainda falando sobre refrigerantes, a Coca Cola tinha um dom de produzir comerciais que ficavam pra sempre marcados em nossa memória afetiva. 
Este aqui por exemplo, tem uma animação que continua bem bacana apesar dos anos que se passaram.

                           

Devem ter percebido que aqui os ursos da Coca Cola estão em clima de Copa do Mundo.
Sim, foi em 1994.
Grandes tempos. Até assistir futebol era muito mais legal.

                                                            Cotonetes Johnsons

A Johnsons tinha uma série de comerciais com personagens bem divertidos e engraçados. Eu era moleque e nem dava muita bola para os produtos das propagandas.

              

Sempre enxuguei o ouvido com a toalha mesmo.

                                                           Não esqueça a minha Caloi

Quem não lembra desse?
E nessa época do ano, com o Natal chegando, as lembranças ficam ainda mais vivas.
Quem nunca quis ter uma Caloi?

                                

Eu sempre quis uma bicicleta e, claro, tinha que ser Caloi!
Nunca ganhei nem uma bicicleta de marca furreca. Mas o Natal está aí e meu aniversário é no mês que vem. Quem sabe?

...

É só brincadeira!
Se alguém quiser me presentear, estou mais a fim de ganhar um carro 0 Km. 
Alguém?

                                                                      Compre Baton

Esse era hipnotizante. Literalmente.

                                

Ah, como aqueles tempos eram inocentes.

                                                                  Guaraná Antártica

Esse era bom, mas era também bem subliminar.
Vai dizer que não dá vontade de uma pipoca com guaraná depois de ver isso?

                               

Sempre me disseram que eu deveria preferir guaraná a Coca Cola. Afinal é um produto nacional e ainda não tem ácido fosfórico (era o que me disseram). Bem, de todo modo não tomo mais refrigerante hoje em dia. Mas ver esse comercial me faz querer rever meus conceitos.

                                                         Honda (Na cama com pijama)

Uma palavra: Mítico!
Vai dizer que não se lembrava deste?

                                

Que foda!
Juro que nem na época em que passava na TV eu sabia do que se tratava o comercial. Só lembrava do gordo engraçado que, de tanto que fez sucesso, foi até imitado pelo Bussunda (nunca gostei de "Casseta e Planeta").
Então ele cantava sobre a monotonia da sua vida e tudo melhoraria, segundo a voz do anunciante, se ele comprasse uma Honda e coloca-se assim mais emoção no seu dia a dia. Ah, agora faz mais sentido.

                                                                    O primeiro sutiã

                                

Que bacana era esse! Os tempos inocentes.

                                                                   Brinquedos Estrela

Esse é nostálgico, hein. Muito nostálgico.

                                

A música me emocionava na época e ainda consegue fazer isso um pouco (mais pela saudade dos bons tempos). Esse comercial fazia qualquer criança desejar ter um brinquedo da Estrela, qualquer que seja. 

                                                        Banco Nacional - Feliz Natal

                                

Sem palavras. Os finais de ano nunca mais foram os mesmos sem esta canção, que era um dos motivos que me faziam gostar tanto desta época do ano.
Ai, esses bancos.
                                                                Comerciais Bombril

                                

Não preciso falar muito, vocês já sabem que esse cara é foda!
Os comerciais da Bombril eram mesmo únicos graças as suas performances.

                                                     Comercial das formigas da Philco

                                

Comercial bem feito é outra coisa. 
Esse das formigas da Philco até rendiam discussões nas aulas meia boca de informática que eu tinha no meu antigo colégio. É, nós fomos das primeiras turmas a ter esse tipo de aula. Não que isso fosse algo para se gabar, mas mesmo assim a gente se divertia.

                                                             Poupança Bamerindus

            

Por onde andam esses caras?!
Isso era muito foda. Eles eram tão bons quanto o Carlos Moreno.
Quem viveu aquela época e que não tem o jingle da Poupança Bamerindus na ponta da língua?
Simplesmente inesquecível.

                                                  Qual será o segredo de Tostines?

Valeu ao grande Mário Lúcio de Freitas por disponibilizar este vídeo no seu canal do You tube.

                              

Comerciais com desenhos animados são sempre marcantes. 
Esse dos biscoitos Tostines era o melhor. 

                                                                 Bombons Garoto

Quem não lembra deste?
O título deste comercial poderia muito bem ser: "Hormônios adolescentes, a missão".

                              

Demais!
Ouvi dizer que este foi um dos comerciais mais premiados da história da TV. De fato é bem maneiro. No meu tempo gostávamos mesmo é de mulher. Se foi uma brincadeira sem graça, peço perdão, respeitosamente.
Cá entre nós, se em 1995 era feita um propaganda assim, imagina agora em 2013! 

Este comercial acabou me fazendo lembrar de um video clip muito da hora da música "Garotos II" do cantor Leoni. He, he. É estranho, mas acho que essa era a única música que eu conhecia dele e ainda assim entra na minha lista das melhores canções que eu já escutei.

Segue aí o vídeo porque afinal estamos em Dezembro e, como eu disse, é a época das recordações.

                             

Até a próxima postagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário